quarta-feira, novembro 01, 2006

Pão por Deus...


Pois é..lá fui eu mais uma vez ao “pão por Deus”com a Nini e o João.
Mas isto agora já não é nada como no meu tempo…pois as crianças aparecem muito menos, mas são muito mais “esquisitas”, é que nós aceitava-mos tudo (também não havia muita variedade)mas eles agora até se dão ao “luxo” de escolherem o que querem , e dizem que não querem mais daquilo porque já têm muito no saco(tipo Nini..)ou então começam de chorar a dizer que não gostam do que lhes estão a dar (tipo João)..enfim mudam-se os tempos mudam-se as vontades e é verdade; o João desistiu logo após 40 minutos, teve de vir a mãe “salvá-lo“ e levá-lo para casa (mesmo assim ainda conseguiu ir de saquinho cheio de guloseimas), a Nini mais resistente (tb mais velha 3 anos),mas com pouca “força”, pois quem tinha de andar com o saco era a mãe, claro…ela só o vinha buscar para ir a correr a mais uma porta. E foi assim a nossa manhã de “pão por Deus”, cansativa mas animada, e é claro que, agora temos durante uns tempos guloseimas para dar e vender!!!!E para o ano logo se vê como corre….

7 comentários:

Anónimo disse...

...E para o ano, logo se vê como corre...

Como eu tenho saudades desse tempo, enfim tem sido todos os anos o mesmo, até no meu tempo...ainda era pior!

Pão por Deus, Pão por Deus
Saco cheio vamos com Deus.

E era ver bandos de criancinhas a debandar por estas ruas e caminhos.

chiiiiiissss para todos.

FÁTIMA MARQUES disse...

bom dia minha kerida , adorei Ahistoria do teu(PAO POR-DEUS) .
o teu sobrinho é muito engraçado dei-lhe o pao/pordeus elE nao keria porke nao tinha sugos.vai la perceber as crianças de hoje.Sim tens razao kuando dizer no n/ tempo era diferente, e o ke faz isso é a fartura.(ja pareço as velhas a falar mas é mesmo assim).
OK , ADOREI PARA O ANO HA MAIS ;BJS

Anónimo disse...

Pois, no nosso tempo aceitávamos tudo (rebuçados peganhentos, maçazitas meio podres, etc...), uma moeda nova do sr. Zé Parreiras (ai que saudades) e ainda tinhamos que arranjar tempo para ir a casa da avó despejar o saco e prosseguir a volta :)


Jokas

Nuno Recto disse...

Pois é.... o pão por Deus... o meu filho nunca irá conseguir bater o pai e os primos... esquisito pq tão a dar chocolates e rebuçados (com muito bom aspecto por acaso...), e não é carros nem dinheiro ou SUGOS.....essa foi mesmo á minha frente que se fosse outra pessoa sem ser a marquesa eu era capaz de me borrar todo, por acaso até foi com ela que já espera qualquer coisa dele e já tem a "vacina"....

Deviam apanhar a bela da maçã com "brinde"(a bela da minhoca) ou podrezita... a bela da nóz... ver um chocolatito que afinal continuava na prateleira e não caía no saquito... e depois despejar a carga e seguir caminho em direcção a Colares... Totobola... Nafarros... pra ver se a sorte melhorava.... tempos que já lá vão....

turbolenta disse...

Esta é uma tradiçao que vai passando de pais para filhos-embora com algumas variantes-Os meus,por acaso,nunca o fizeram(eram mto envergonhados).Mas acho giro e tenho sempre alguns miminhos,embora pequenos mas de boa qualidade, para os catraios que batem à porta.Depois, a notícia espalha-se e é um corropio.
Para o ano Há mais.

Andreia disse...

Ora nem mais, que saudades de receber as maçãs, nozes, castanhas, rebuçados e linguas de gato...adorava ir.E continuo a gostar claro, pk levo o miudo de "empurrão" a pedir o "pão por Deus"(ele gosta mas ñ é fã).
Bem amiga, k nos encontremos novamente pro ano com os nossos filhotes a pedir "pão por Deus" e k se mantenha esta tradição.

Bjokas!!!

Gotinha, a Alma disse...

Eu tb não era esquisita, mas ainda me lembro que passava a correr à porta do senhor que tinha o frigorifico das "maçanetas" bicharosas! akilo pesava como tudo!

antes era um dia diferente, não se comiam doces todos os dias... na minha altura já havia muita coisa, mas nunca em tão grande quantidade como no 1 de Novembro! :)

além disso... há a velha história do "não aceites nada de estranhos..." dps há um dia por ano em ke se "pedem coisas a estranhos"... as crianças ficam baralhadas! :P

Mudam-se os tempos
Mudam-se as vontades
Muda-se o ser
Muda-se a confiança...
Todo o mundo é composto de mudança!
Tomando sempre NOVAS QUALIDADES!

é verdade que é diferente, mas os tempos terão agora outras coisas boas... pelo menos as crianças já não têm ke esperar por akele dia do ano para poderem comer um doce ou algo diferente do caldo e do pão bolorento...

um beijinho para ti e para os teus meninos!
(Sim, o João veio cá a casa e disse que já tinha lá muito, não precisava de mais" ;P)